O empreendedorismo tem sido o fator impulsionador da nossa economia desde sempre,  porém de alguns anos para cá, o número de empreendedores aumentou consideravelmente. O motivo para tamanho crescimento é a crise financeira que o país passa já há alguns anos.

Dito isso, sabemos que existem duas maneiras de empreender: aqueles que tem um planejamento e os que empreendem no susto, após perder o emprego. Tanto uma maneira quanto a outra tem seus prós e contras. Mas existe um dado que é muito preocupante: muitas empresas fecham as portas com pouco mais de um ano de existência. Isso ocorre, principalmente, por falta de um planejamento bem feito.

O desemprego é um fator determinante para o aumento dos pequenos empreendimentos. Muitas das pessoas que perdem seus postos de trabalho, acabam de desesperando e resolvem empreender por medo de ficar sem nenhuma renda. E o que acontece? Não planejam como usar seus recursos, não tem conhecimentos suficientes para a devida administração do negócio e torna tudo uma bomba relógio.

Para que um empreendimento dê certo, é preciso observar, estudar, pesquisar, avaliar o nicho de mercado em que irá se inserir e elaborar um bom Plano de Negócios. Ele servirá como uma guia de todas as etapas de abertura de sua empresa. Além disso, ele não precisa ser definitivo, durante o seu “percurso” pode haver alterações que você considere importantes.Um dos cuidados que o empreendedor deve ter é com o entusiasmo, pois não basta apenas ter conhecimento técnico sobre seu negócio. É preciso entender um pouco sobre logística, finanças e administração no geral. Vamos a um exemplo clássico: Marcos é bancário e trabalha há mais de cinco anos em um famoso banco brasileiro. Mas ele tem um hobby que é cozinhar, coisa que faz muito bem. Em um dado momento, Marcos perde seu emprego e se vê sem saber o que fazer. Seus amigos o incentivam a usar seus conhecimentos culinários e sua rescisão de trabalho para abrir um restaurante. Pode dar certo? Claro! Mas o que devemos ter em mente é que não basta apenas saber cozinhar, pois o Marcos terá que cuidar das entregas, do financeiro, da compra de insumos, etc.

Infelizmente, é nesse ponto que muitos empreendedores falham. Justamente por isso, o ideal é que você utilize os serviços de um bom escritório contábil que vai cuidar da parte burocrática e te deixar livre para fazer o que você gosta.

Fale Conosco

Ligue para nós
Responda para Validar: 5 + 16 =